sábado, agosto 12, 2006

Truismos

Eu nem tive tempo de cumprimentar o estafeta. A pizza voou pelos ares. Não se distinguia o sangue do molho de tomate. Pensei para comigo que era realmente muito prática, esta ideia das entregas ao domicílio.
Daí em diante passamos a pedi-las com regularidade nas noites de lua cheia. Eu comia a pizza e Yvan o estafeta.


Em Truismes, de Marie Darrieussecq. Ou Estranhos Perfumes, na tradução das Edições Asa. Ou a metamorfose que Kafka escreveria se fosse uma mulher, e tivesse vivido no final do século vinte.

1 comentário:

impressaodigital disse...

hummm... interessante. :)