domingo, maio 06, 2007

E pôr isto mais barato, não?

Acordo num daqueles dias em que penso que não tenho nada para ouvir, e vou à Fnac comprar 1 ou 2 cdzitos. Pouco tempo depois de ter entrado já decidi que o mais certo é não comprar nada: evito, por princípio, dar 4 ou 5 contos por um CD.
Procuro por exemplo o Kicking against the pricks, que já há bastante tempo me roubaram do carro e queria comprar novamente, e encontro-o a 19€: um cd com 20 anos! As novidades, essas, andas pelos 22 euros.
Enquanto o mercado de CD's definha, vendem-se DVD's, digo eu, como nunca se venderam cassestes VHS. Sera que é porque os DVD's aparecem, enquanto novidade, a vinte, vinte e tal euros, mas após algum tempo estão a 10, a 7 ou a 4,99?
Será possível que o iTunes seja um grande negócio a vender álbuns a 10 dólares e que não se consiga realmente vender, lucrativamente, um CD a menos de 20€, sendo que o suporte em si custa meia dúzia de tostões?
Acabo por sair de lá com 3 livros e um DVD, tudo por pouco mais do que me teria custado um CD. Não comprei CD nenhum. E a culpa, estou certo, é do emule e dos piratas.

2 comentários:

Miss Spring disse...

:) tive essa discussão aqui há tempos com um amigo músico, porque tinha a mesma opinião do que tu. no final, ele convenceu-me: editar um cd sai mesmo muito mais caro do que nós pensamos e pelas razões mais estúpidas. Só mesmo as grandes companhias é que conseguem vender cd's baratos, practicamente a lucro zero. Parece que o dinheiro, entre outras coisas, vai para estúdio, gráfica, distribuição, publicidade e divulgação, mais margem para o vendedor, mais um imposto estupidamente alto mais uma série de coisas que não recordo mas que faziam ver como um cd, antes sequer de ser lançado, custava tanto... eu tambem me devo dar como culpada, entre acquisition, xtorrent e soulseek, não compro um cd há anos!!! :)

Rui Dantas disse...

É por causa destes piratas que as coisas estão como estão.. :P

Bem, a produção do CD é cara, claro, disso ninguém tem dúvidas. Assim como a produção de filmes é cara, mas os DVD's são mais baratos que CD's, e os bilhetes de cinema mais baratos ainda.
A minha questão é que cada CD em si (aquele objecto redondo com um buraco no meio, não sei se ainda te lembras como são.. :P) fica muito barato. Se fossem vendidos a outro preço, provalmente seriam vendidos em mais quantidade, facilitando a amortização do investimento. Além disso, mais CD's vendidos significa por exemplo maior divulgação e mais gente nos concertos.

O que explica que um CD seja vendido no iTunes a 10€ e numa loja a 20€, quando a única diferença é o (muito barato) suporte físico? E o preço da distribuição pelas lojas não pode justificar tudo, porque os jornais também são distribuídos (diariamente), e vendem-se a 1€.

bj